Aulas de Arte e Tecnologia no contraturno de escolas públicas

Aulas de Arte e Tecnologia no contraturno de escolas públicas

Mais de 800 estudantes da rede pública de Campo Largo, no Paraná, e de Piracicaba, em São Paulo, têm acesso a cursos oferecidos gratuitamente no contraturno escolar. São oferecidas aulas de Artes Visuais, Break, Circo, Dança Moderna, Percussão, Teatro e CIT- Criatividade, Inovação e Tecnologia. O projeto está em sua 8º edição. Por 7 anos atendeu exclusivamente estudantes de Campo Largo com oficinas de formação artística. A partir de 2019 se estendeu para Piracicaba e integrou também a formação tecnológica. Por isso foi rebatizado como Tetear TECH.

A realização é da Parabolé Educação e Cultura, que iniciou em 2011 as atividades através da Lei de Incentivo à Cultura e conta desde 2014 com o patrocínio da Caterpillar. As aulas propõem vivências de processos criativos e experiências estéticas que promovem o contato dos estudantes com as linguagens artísticas e com alguns avanços do mundo digital, instigando reflexões sobre as transformações no campo da comunicação e do acesso à informação.

As ações do projeto se dividem em três áreas: Linguagens Artísticas, Tecnologias de Produção Cênica e Produção de Espetáculos. As oficinas atendem em média 25 alunos por turma nas instituições de cada cidade e os participantes já caminham para a montagem da apresentação de construção coletiva que apresentará os resultados num espetáculo no final do ano letivo.

De acordo com o coordenador pedagógico do projeto, Thiago Domingues, “o projeto dialoga com as mais recentes pesquisas no campo da educação, em que a escola e as práticas educativas nos contextos não formais de ensino passam por um momento de metamorfose, em busca de consolidar outro sentido ao processo de aprendizagem. Somos todos produtos e produtores de cultura, inclusive a criança e o jovem, em seus diferentes contextos.” Nessa direção, o projeto ajuda o estudante a desenvolver o pensamento crítico, a comunicação, a colaboração e a criatividade. Tendo como princípio norteador a pedagogia de projetos, as oficinas do Tetear TECH se apropriam de algumas abordagens que vem ganhado espaço no campo educacional brasileiro, como o Movimento Maker e a noção de STEAM.

Confira detalhes do projeto em www.tetear.com.br

Deixe seu comentário

* Nome:
* E-mail: (Não será publicado)
   Website: (URL http://)
* Comentário:
Digite o código